Tocando Agora:Rede Piauí de Notícias
Redação Rede Piauí EDITOR CHEFE
Anderson Soares COMERCIAL
WhatsApp EXPEDIENTE/FALE (86) 99494-2468
Polícia Por: Redação Rede Piauí Repórter 08 Nov 2018 09:35 Rede Piauí de Notícias

Delegado libera mulher acusada de matar recém-nascidos por falta de provas

A acusada teria dado à luz num matagal e abandonado os recém-nascidos no local.


A mulher identificada como Hildelene de Sousa Lima, de 26 anos, acusada de ter jogado dois filhos recém-nascidos em um matagal no município de Curralinhos, foi conduzida pelos policiais do 17º batalhão até a Central de Flagrantes na noite de quarta-feira (7). Ao chegar no local, foi liberada pelo delegado por falta de documentos e testemunhas.

Hildelene de Sousa Lima

 Delegado libera Hildelene de Sousa Lima, acusada de matar recém-nascidos, por falta de provas.

Hildelene escondeu a gravidez de sua família durante toda a gestação, ao perceber que ia dar a luz, ela se escondeu em um matagal. A mãe da acusada percebeu a movimentação da filha voltando do mato e correndo ensanguentada para dentro do banheiro da casa e pediu para seu filho ir até o local de onde a mulher tinha saído, lá ele encontrou um casal de gêmeos enrolados em uma toalha. A mulher usava duas cintas de compressão para esconder a barriga.

Ela foi encaminhada pela família para o hospital de Demerval Lobão, chegando lá, foi presa e encaminhada para a Central de Flagrantes. O delegado de plantão da Central alegou falta de documentação e de testemunhas, por isso fez sua liberação ainda na mesma noite.

Com informações de Meio Norte.




Deixe seu comentário: