Tocando Agora:Rede Piauí de Notícias
Redação Rede Piauí EDITOR CHEFE
Anderson Soares COMERCIAL
WhatsApp CONTATO/SUGESTÕES (86) 99860-1464
Polícia Por: Ryan Andrade Repórter 29 Mai 2018 09:09 Rede Piauí de Notícias

Juiz rejeita alegação de insanidade mental de Paulo Alves dos Santos

A decisão foi tomada pelo juiz Luiz Moura ainda nesta segunda-feira (28).


O juiz Luiz Moura, da Central de Inquéritos, não acatou o pedido da defesa do motorista Paulo Alves dos Santos Neto que alegava insanidade mental do acusado de matar a cabeleireira Aretha Dantas. A decisão foi tomada pelo juiz ainda nesta segunda-feira (28).

Sobre a sua decisão, o magistrado comentou: "Não vislumbro, no momento, elementos mínimos a justificar a instauração de incidente de insanidade em desfavor do acusado. Em decorrência dos mesmos motivos, a súplica de perícia privada não merece ser acolhida. A solução buscada não se apresenta como própria para o caso, razão pela qual indefiro o pedido", diz a decisão do juiz.

aretha e paulo

Aretha Dantas foi assassinada no dia 15 de maio com 20 facadas e por atropelamento. Paulo Alves dos Santos se entregou à polícia depois de uma perícia realizada em sua casa, na zona sudeste de Teresina, onde foram encontrados diversos elementos comprobatórios da autoria do crime.

Veja matérias relacionadas

Defesa de Paulo Alves alega insanidade mental do acusado

Após perícia, ex-namorado de Aretha Dantas se entrega à polícia

Aretha tentou denunciar ex-namorado, mas Delegacia estava em greve

Juiz decreta prisão preventiva de assassino de cabeleireira

Ex-namorado de cabeleireira é principal suspeito do crime, confirma polícia

Mulher encontrada morta na Av. Maranhão foi violentamente agredida antes de morrer



Deixe seu comentário: