Tocando Agora:Rede Piauí de Notícias
Redação Rede Piauí EDITOR CHEFE
Anderson Soares COMERCIAL
WhatsApp CONTATO/SUGESTÕES (86) 99860-1464
Geral Por: Pedro H. Santiago Repórter 05 Jun 2018 18:18 Rede Piauí de Notícias

Justiça do Rio de Janeiro determina suspensão de edital da Eletrobras e mais cinco empresas

Na semana passada, o Tribunal de Contas da União (TCU) havia liberado a divulgação do edital de licitação das empresas elétricas


No final da manhã desta terça-feira 905), a Justiça do Rio de Janeiro suspendeu o processo de privatização da Eletrobras Distribuição do Piauí como de outras quatro empresas de energia elétrica da estatal brasileira. 

A decisão é da juíza Raquel de Oliveira, que solicitou que as empresas elétricas  apresentem no prazo de 90 dias sobre os impactos da privatização para os servidores. Se não for cumprida a decisão, as empresas pagarão multa no valor de R$ 1 milhão.

TCU aprovou a licitação

Na semana passada, o Tribunal de Contas da União (TCU) havia liberado a divulgação do edital de licitação das empresas elétricas. 

Na proposta apresentada pelo o Governo Federal, o lance inicial teria um valor simbólico de R$ 50 mil. O vencedor terá que apresentar o maior desconto para o reajuste da tarifa aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O leilão ainda é individual para cada distribuidora.

Na lista estão cinco das seis distribuidoras: Amazonas Distribuidora de Energia, que atende ao estado do Amazonas; Centrais Elétricas de Rondônia, que atende Rondônia; Companhia de Eletricidade do Acre, que atende aos consumidores do Acre; Companhia Energética de Alagoas, que atua em Alagoas; e Companhia de Energia do Piauí.Na decisão, apenas a Boa Vista Energia não está citada na lista do programa de privatização.

O posicionamento da estatal

A assessoria jurídica da Eletrobras informou que vai analisar as medidas caíveis e que os possíveis compradores serão informados. 

Quem moveu a ação?

A ação foi movida por sindicatos de trabalhadores das companhias elétricas, que afirmam que um número grande de pessoas serão demitidas.
 

Leia mais: TCU aprova publicação de edital de privatização da Eletrobras



Deixe seu comentário: