Tocando Agora:Rede Piauí de Notícias
Pedro H. Santiago EDITOR CHEFE (86) 98882-0261
Anderson Soares COMERCIAL (86) 99965-4448
WhatsApp CONTATO/SUGESTÕES (86) 99860-1464
Política Por: Redação Rede Piauí Repórter 21 Jun 2018 14:53 Rede Piauí de Notícias

Maiores despesas do deputado Silas Freire são com divulgação da atividade parlamentar

As maiores despesas do deputado Silas Freire são com divulgação da atividade parlamentar, emissão de bilhete aéreo e consultorias, pesquisas e trabalhos técnicos.


Na última reportagem da série sobre os gastos dos deputados federais do Piauí, vamos acompanhar as despesas do deputado Silas Freire (Podemos). O período em análise vai de maio de 2017 até abril de 2018.

No Piauí, cada um dos deputados tem o direito de financiar as atividades vinculadas ao exercício do seu mandato até o limite de R$ 40.071,77. Este valor corresponde à cota parlamentar e leva em consideração o preço das passagens aéreas entre Brasília e a capital do estado em que o parlamentar foi eleito.

silas
Deputado Silas Freire (Podemos) Foto: Câmara dos Deputados

O deputado Silas Freire gastou, no período em análise, um total de R$ 459.180,59 O valor permitido com as despesas era R$ 491.661,26. 

O mês em que o deputado Silas Freire mais gastou foi fevereiro de 2018 (R$ 55.313,52), sendo R$ 18.850,00 com divulgação da atividade parlamentar; R$ 17.989,00 com consultorias, pesquisas e trabalhos técnicos; R$ 14.295,17 com emissão de bilhete aéreo; R$ 3.500,00 com locação ou fretamento de veículos automotores; R$ 354,00 com manutenção de escritório; R$ 150,00 com combustíveis e lubrificantes; R$ 122,06 com serviços postais e R$ 53,29 com telefonia.

Abril de 2018 foi o mês em que ele menos gastou (R$ 1.026,32) sendo R$ 949,26 com emissão de bilhete aéreo e R$ 77,06 com serviços postais.

As maiores despesas do deputado Silas Freire são com divulgação da atividade parlamentar, emissão de bilhete aéreo e consultorias, pesquisas e trabalhos técnicos.

Fonte: Portal da Transparência/Câmara dos deputados.



Deixe seu comentário: