Tocando Agora:Rede Piauí de Notícias
Redação Rede Piauí EDITOR CHEFE
Anderson Soares COMERCIAL
WhatsApp CONTATO/SUGESTÕES (86) 99494-2468
Turismo Por: Ryan Andrade Repórter 18 Mai 2018 13:13 Rede Piauí de Notícias

"Manutenção financeira do parque não compete ao Estado", diz Margarete Coelho

Niède Guidon diz que parque está há 5 meses sem receber recursos e que 180 funcionários estão com seus empregos comprometidos.


A vice-governadora Margarete Coelho falou com a Rede Piauí de Notícias sobre a denúncia feita por Niède Guidon de que o Parque Nacional Serra da Capivara não recebe repasses há 5 meses. A arqueóloga deu a declaração no dia 6 de maio para o pré-candidato ao Governo do Estado, deputado Luciano Nunes, que visitou o parque nacional cumprindo uma agenda de pré-campanha.

serra da capivara
Boqueirão da Pedra Furada, no Parque Nacional Serra da Capivara, em Coronel José Dias. (Foto: Viagens e Turismo)

A gestora reconheceu as dificuldades enfrentadas pela administração, mas informou que a competência de manutenção do parque não cabe ao Estado. "A Niède está coberta de razão. Realmente não há repasses financeiros suficientes para manter o parque. O parque é enorme, são cerca de 2 mil sítios arqueológicos que não podem ser restaurados, só podem ser preservados e a preservação despende muitos recursos. Mas com relação aos recursos não é o Estado o responsável pela manutenção. Isso cabe ao Icmbio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade). É ele quem repassa", explicou a vice-governadora.

Ainda segundo Margarete Coelho, o Governo do Estado do Piauí está em dias com o Parque Nacional. "Nós fizemos um acordo entre o Icmbio, o Iphan e o Governo do Estado para contribuir am algumas ações e nós estamos fazendo a nossa parte. Foi feito também um convênio com a Fundam (Fundação do Homem Americano) e algumas ações são financiadas com recursos do Estado. Num convênio, os repasses são liberados a medida que é feita a prestação de contas. O dinheiro do parque é sagrado para o Piauí e ele está à disposição, basta que a Fundam se habilite no sistema, entregue a documentação necessária e o dinheiro é liberado. Nesse momento não estamos em atraso nenhum com o Parque Nacional Serra da Capivara", garantiu. 




Deixe seu comentário: