Pedro H. Santiago EDITOR CHEFE (86) 98882-0261
Anderson Soares COMERCIAL (86) 99965-4448
WhatsApp CONTATO/SUGESTÕES (86) 99860-1464
Política Por: Thiago Andrade Repórter 15 Mar 2018 15:11 Rede Piauí de Notícias

MPF deve apurar empréstimo da Caixa ao Governo do Estado

Na auditoria feita pelo TCE, o Governo do Piauí recebeu no dia 9 de agosto de 2017 um montante de quase R$ 308 milhões


O empréstimo de mais de R$ 307 milhões concedido pela Caixa Econômica Federal ao Governo do Estado dever ser investigado pelo o Ministério Público Federal (MPF) e se for constatado desvio de finalidade na aplicação de recursos, o estado deve ser ajuizado.

Uma auditoria realizado pelo o Tribunal de Contas do Estado (TCE/PI) apontou que o Governo do Estado não aplicou o total dos recursos nas obras que estavam acordadas no contrato com a Caixa, além de realizar transferências irregulares para a Conta única do Tesouro Estadual.

Palácio de Karnak
Na auditoria feita pelo TCE, o Governo do Piauí recebeu no dia 9 de agosto de 2017 um montante de quase R$ 308 milhões/Crédito: Cidade Verde

O procurador da República, Kelston Lages, informou que quando tiver acesso às informações, o MPF irá apurar. "Não tem conhecimento, mas se as informações chegarem até o Ministério Público Federal, será apurado. Estamos atentos aos casos de desvio de finalidade e, se comprovado indícios de irregularidades, vamos apurar os fatos", declarou Lages. 

A auditoria percebeu que a Secretaria de Fazenda do Piauí (Sefaz) realizou manobras para justificar os gastos ilícitos, cancelando as depesas no valor de R$ 188.560.117,31, promovendo o reempenho na fonte de recursos ao empréstimo da Caixa. Para o TCE/PI, a manobra foi ilícita e feita de forma dolosa.



Deixe seu comentário:





Tocando Agora:Rede Piauí de Notícias