Tocando Agora:Rede Piauí de Notícias
Redação Rede Piauí EDITOR CHEFE
Anderson Soares COMERCIAL
WhatsApp CONTATO/SUGESTÕES (86) 99860-1464
Polícia Por: Redação Rede Piauí Repórter 09 Out 2018 09:17 Rede Piauí de Notícias

Mulher assassina marido com facada e alega legítima defesa em Teresina

Pensando que ele não havia morrido, a mulher deu um banho no corpo do marido e esperou que ele acordasse.


Na noite desta segunda-feira (8), por volta de 23h30, uma mulher identificada apenas como Eliane foi presa, acusada de matar o esposo com uma facada na barriga no Parque Industrial, na zona Sul de Teresina. De acordo com a suspeita, o crime foi por legítima defesa.

Mulher mata marido com facada

 Mulher assassina marido com facada e alega legítima defesa em Teresina.

O assassinato ocorreu dentro de um matadouro de animais. Policiais da Força Tática do 6º batalhão foram acionados até o local. De acordo com o cabo Marcelo Henrique, a suspeita estava trancada para impedir a entrada da guarnição.

“Nós fomos informados pela Central de Operações que uma senhora tinha praticado um homicídio contra o esposo dela, chegando no local, o portão estava fechado, os vizinhos nos ajudaram a entrar, ela estava trancada dentro da casa. Quando nós conseguimos entrar no local onde funciona um matadouro nas proximidades do terminal de ônibus do Parque Piauí, o senhor ja se encontrava em óbito e ela estava trancada”, informou.

Ainda de acordo com a PM, a mulher contou que foi agredida primeiro pelo companheiro. “Em depoimento, ela falou pra gente que ele agrediu ela primeiro com uma barra de ferro que inclusive depois ela jogou dentro de um recipiente com água. Logo em seguida, ela pegou uma faca e golpeou ele”, disse o cabo Marcelo Henrique.

A acusada confessa que esfaqueou o companheiro. “Foi ele que começou, ele pegou a barra de ferro para me atingir. Desde a hora que cheguei eu chamei ele para abrir o portão e ele não abriu, depois eu entrei e ele pegou a barra de ferro e bateu na minha cabeça e na minha cintura, aí eu peguei a faca para ele não me furar e furei ele. Dei só uma facada na cintura”, descreveu.

Homem morto por facada

Corpo do marido da acusada. 

Depois de ter esfaqueado o marido, a mulher deu um banho na vítima. “Eu dei um banho nele para quando ele acordasse, mas ele não acordou, pensei que ele não tinha morrido, não tenho passagem pela polícia, agi para me defender”, disse.

Por apresentar ferimentos, a suspeita foi conduzida para atendimento médico no Hospital de Urgência de Teresina e depois encaminhada para a Central de Flagrantes.

Fonte: Meio Norte.



Deixe seu comentário: