Tocando Agora:Rede Piauí de Notícias
Redação Rede Piauí EDITOR CHEFE
Anderson Soares COMERCIAL
WhatsApp CONTATO/SUGESTÕES (86) 99494-2468
Polícia Por: Redação Rede Piauí Repórter 03 Ago 2018 15:00 Rede Piauí de Notícias

Nomes dos envolvidos em fraude de transporte escolar são divulgados

Os presos devem responder na Justiça pelos crimes de fraudes em licitação, estelionato, desvio de recursos e crime de responsabilidade, no caso de gestores.


A operação Topique, da Polícia Federal, prendeu 23 pessoas na última quinta-feira (02) suspeitas no envolvimento em fraude de transporte escolar. Entre os presos estão servidores da Secretaria Estadual de Educação (Seduc) e empresários. 

Os nomes foram divulgados nesta sexta-feira (03). São eles: Lívia de Oliveira Saraiva, Charlene Silva Medeiros, Lana Mara Costa Sousa, Magna Ribeiro da Silva Flizikowski, Maria Anniele de Fátima Almeida, Suyana Soares Cardoso, Sicilia Amazonas Soares Borges, Francisca Camila de Sousa Pereira, Paula Rodrigues de Sousa dos Santos, Elisandra Pereira Lima, Lisiane Lustosa Almendra, Antônio Lima de Matos da Costa, Luís Carlos Magno Silva, Carlos Augusto Ribeiro de Alexandrino Filho, Miguel Alves Lima, Odair Gomes Leal, Raimundo Félix Saraiva Filho, Rodrigo José da Silva Júnior, Luiz Gabriel da Silva Carvalho, Samuel Rodrigues Feitosa, Ester Marina Dantas Magalhães, Antônio Ribeiro da Silva.

A 23ª pessoa presa foi liberada ainda na quinta (02) e teve seu nome retirado da lista de detidos após a polícia não ter encontrado provas suficientes do seu envolvimento no esquema de fraudes.

A sexta-feira (03) foi marcada ao longo do dia pelas audiências de custódias dos alvos da operação. Foram discutidas as condições e circunstâncias das prisões, além dos próximos encaminhamentos dos processos, bem como os pedidos de liberdades impetrados pelas defesas dos suspeitos.

Os presos devem responder na Justiça pelos crimes de fraudes em licitação, estelionato, desvio de recursos e crime de responsabilidade, no caso de gestores. Foram 23 mandados de prisão e 40 mandados de busca e apreensão cumpridos nas cidades de São Raimundo Nonato, Campo Maior, Miguel Alves, Luís Correia e Regeneração, e nas cidades maranhenses de Timon e São João do Sóter.

Com informações de portal O Dia




Deixe seu comentário: