Tocando Agora:Rede Piauí de Notícias
Redação Rede Piauí EDITOR CHEFE
Anderson Soares COMERCIAL
WhatsApp EXPEDIENTE/FALE (86) 99494-2468
Polícia Por: Redação Rede Piauí Repórter 24 Ago 2018 11:30 Rede Piauí de Notícias

Operação prende dez pessoas por feminicídio e homicídio no Piauí

Mais de 2 mil policiais civis de todo o país cumprem, desde o começo da manhã desta sexta-feira (24), mandados de prisão de autores de homicídios e feminicídios (tentados e consumados).


A Polícia Civil deflagrou no início da manhã desta sexta-feira (23) a Operação Cronos, com o objetivo de combater homicídios, feminicídios e violência doméstica em todo Brasil. No Piauí, serão cumpridos mais de 50 mandados de prisão.

De acordo com o delegado Riedel Batista, até o momento dez pessoas foram presas na operação. "Como são muitos mandados em aberto, não temos certeza se conseguiremos cumprir todos no dia de hoje, então é provável que a operação continue nos próximos dias", afirmou o delegado geral da Polícia Civil do Piauí.

Operação Cronos

Mais de 2 mil policiais civis de todo o país cumprem, desde o começo da manhã desta sexta-feira (24), mandados de prisão de autores de homicídios e feminicídios (tentados e consumados).

A Operação Cronos tem o apoio do Ministério da Segurança Pública e é coordenada pelo Conselho Nacional dos Chefes de Polícias Civis. Ela foi definida em julho, durante reunião com o ministro da Raul Jungmann.

De acordo com o ministério, em alguns estados a operação também vai cumprir mandos de prisões de pessoas que “descumpriram medidas protetivas previstas na Lei Maria da Penha”.

O nome da operação, Cronos, é uma referência à “supressão do tempo de vida da vítima, reduzido pelo autor do crime. Ao mesmo tempo, com a prisão dos autores de homicídio e feminicídio, espera-se o impedimento da prática de novos crimes”.

operação cronosA Polícia Civil deflagrou no início da manhã desta sexta-feira (23) a Operação Cronos (divulgação/Polícia Civil).

Com informações de Cidade Verde, O Dia e Agência Brasil




Deixe seu comentário: