Tocando Agora:Rede Piauí de Notícias
Pedro H. Santiago EDITOR CHEFE (86) 98882-0261
Anderson Soares COMERCIAL (86) 99965-4448
WhatsApp CONTATO/SUGESTÕES (86) 99860-1464
Política Por: Ryan Andrade Repórter 06 Jun 2018 15:56 Rede Piauí de Notícias

Para Luciano Nunes quanto mais candidatos de oposição melhor

Tucano é o principal nome de oposição ao governador Wellington Dias (PT).


Luciano Nunes, pré-candidato ao Governo do Piauí pelo PSDB, concedeu entrevista a uma emissora de TV da capital na tarde desta quarta-feira (6). Na ocasião, ele falou sobre a sua pré-candidatura, formação de chapa, articulação com partidos além de ter criticado o governador Wellington Dias, a quem faz oposição.

luciano nunes
Luciano Nunes, pré-candidato ao Governo pelo PSDB. (Foto: Ascom)

Para o deputado Luciano Nunes, quanto mais pré-candidaturas de oposição melhor e citou algumas delas. "Quanto mais candidatos da oposição, melhor. Isso revela o sentimento majoritário de que a população está contra o modelo do governador Wellington Dias, que está paralisando o estado. Temos a do Elmano, Valter Rebelo, Fábio Sérvio e outras que estão por vir. Torcemos para que as oposições viabilizem suas candidaturas”, disse o pré-candidato.

O tucano informou que está articulando apoio junto a outros partidos e acrescentou que a vaga de vice-governador ainda permanece em aberto. “Nós buscamos conversas com partidos emergentes. Estamos trabalhando e respeitamos o tempo de cada um. Vamos esgotar com toda a tranquilidade as conversas e utilizar todo o tempo que a legislação eleitoral nos permite”, falou. 

Nunes também não poupou críticas ao modelo de gestão implantado por Wellington Dias e focou na questão da saúde para tecer críticas ao petista: “A sensação de insegurança é muito grande. Temos que investir, fazer concursos. Já na saúde, o quadro em Teresina é um reflexo da má gestão do Estado. Os hospitais regionais estão sucateados e para sobreviver, as pessoas vêm para Teresina. Se a saúde de Teresina se mostra deficitária em algum ponto, isso se deve a falta de resolutividade no interior”, criticou. 

Com informações do Cidade Verde



Deixe seu comentário: