Tocando Agora:Rede Piauí de Notícias
Redação Rede Piauí EDITOR CHEFE
Anderson Soares COMERCIAL
WhatsApp CONTATO/SUGESTÕES (86) 99494-2468
Polícia Por: Thiago Andrade Repórter 03 Jun 2018 09:10 Rede Piauí de Notícias

PF já prendeu 19 pessoas acusadas de fraudar o INSS na operação “Biditos”

Um policial civil lotado no Piauí foi preso acusado de se envolver no esquema que teria fraudado mais de R$ 320 milhões de benefícios.


Sede da Polícia Federal PI
Sede da Polícia Federal PI

As prisões realizadas na última sexta-feira (01) fazem parte da “Operação Biditos”, deflagrada pela Polícia Federal, no dia 08 de maio. Até o memento já foram presas 19 pessoas acusadas de participar de desvios em 320 milhões de benefícios concedidos a idosos e pessoas com deficiência nos estados do Piauí e Ceará. Os mandados de prisão e apreensão foram direcionados para os municípios de Piripiri, Parnaíba, Brasileira, Cocal, Barras, Tianguá/CE, Tutóia/MA e Paraíso do Tocantins/TO, todos expedidos pela 3ª Vara da Justiça Federal em Teresina.

O vereador da cidade de Piripiri chamado de Genival Cigano (PV), 43 anos, também teve prisão decretada na sexta-feira (01). Foram presos ainda uma servidora do INSS de Parnaíba que não teve seu nome revelado, e um Policial Civil lotado no Piauí, identificado como Francisco Kempes.  

A investigação da PF junto à Gerência Executiva do INSS do Piauí durou oito meses até conseguir identificar todos os envolvidos. A operação "Biditos", contou com a mobilização de 145 policiais federais dos estados do Piauí, Ceará, Maranhão, Rio Grande do Norte, Paraíba e Tocantins, além do apoio do Segundo Batalhão da Polícia Militar em Parnaíba.

De acordo com a PF, o nome da operação se refere a uma expressão utilizada por alguns dos membros da quadrilha, que se dizem ciganos, ao citarem os cartões de benefícios do INSS em seu dialeto.

Sobre as prisões e os desdobramentos da Operação, a Polícia Federal não deu maiores informações.




Deixe seu comentário: