Tocando Agora:Rede Piauí de Notícias
Redação Rede Piauí EDITOR CHEFE
Anderson Soares COMERCIAL
WhatsApp CONTATO/SUGESTÕES (86) 99860-1464
Piauí Por: Redação Rede Piauí Repórter 14 Set 2018 11:04 Rede Piauí de Notícias

Piauí ocupa a 21ª posição em ranking de competitividade dos estados brasileiros

Pesquisa aponta que estados perdem competitividade por causa da violência


Pesquisa da organização não governamental (ONG) Centro de Liderança Pública (CLP), divulgada nesta sexta-feira (14), aponta que estados brasileiros estão perdendo competividade por causa da violência.

CLP

 

É o caso, por exemplo, do Acre, que perdeu oito posições no ranking nacional em decorrência da violência, e agora está na última colocação. Na área de segurança pública, passou de 5º colocado (em 2015) para 20º (em 2018).

De acordo com a pesquisa, desde 2016, “a disputa pelo controle de fronteiras do tráfico de drogas na região, levou a um enorme aumento da violência, de 2015 para 2016, o número de homicídios subiu 86%. Só no Acre, são 1,4 mil quilômetros de fronteiras com a Bolívia e o Peru, os maiores produtores de cocaína do mundo”.

Outro estado com queda no quesito segurança foi Roraima, que caiu da 4ª posição (2015) para 26ª (2018), ficando a frente apenas de Pernambuco (27ª).

As cinco unidades da Federação melhor avaliadas no combate à criminalidade são: São Paulo, Santa Catarina, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul e Rondônia.

Em sua sétima edição, o ranking de competitividade, elaborado pela organização em conjunto com a Tendências Consultoria Integrada e Economist Intelligence, avalia dez quesitos de gestão pública: sustentabilidade ambiental, capital humano, educação, eficiência da máquina pública, infraestrutura, inovação, potencial de mercado, solidez fiscal, segurança pública e sustentabilidade social.

O Piauí ocupa a 21ª posição.

Para a diretora executiva da CLP, Luana Tavares, o trabalho conclui a necessidade de uma atuação mais ostensiva dos gestores na área de segurança pública. Ela propõe a “otimização dos serviços e maior investigação dos crimes em um trabalho conjunto das polícias civil e militar”. Também afirmou que a maioria dos estados não tem priorizado ações para o cumprimento da meta das Nações Unidas de diminuir em 50% as mortes no trânsito até 2020.

Confira a posição de cada estado no ranking geral:

  1. São Paulo - mantém a posição desde 2017
  2. Santa Catarina
  3. Distrito Federal
  4. Paraná
  5. Rio Grande do Sul
  6. Minas Gerais
  7. Mato Grosso do Sul
  8. Espírito Santo
  9. Paraíba
  10. Goiás
  11. Mato Grosso
  12. Ceará
  13. Rio de Janeiro
  14. Rondônia
  15. Tocantins
  16. Alagoas
  17. Amazonas
  18. Roraima
  19. Rio Grande do Norte
  20. Pernambuco
  21. Piauí
  22. Bahia
  23. Pará
  24. Amapá
  25. Sergipe
  26. Maranhão
  27. Acre

Com informações de Agência Brasil.



Deixe seu comentário: