Tocando Agora:Rede Piauí de Notícias
Redação Rede Piauí EDITOR CHEFE
Anderson Soares COMERCIAL
WhatsApp CONTATO/SUGESTÕES (86) 99860-1464
Polícia Por: Pedro H. Santiago Repórter 17 Mai 2018 07:41 Rede Piauí de Notícias

Polícia Civil encontra arma que provavelmente foi usada para matar cabeleireira

Uma equipe da Delegacia de Homicídios periciou o veículo encontrado na garagem da residência onde o ex-namorado morou com Aretha


Na tarde de quarta (16), a Delegacia de Homicídio em conjunto com o Núcleo de Feminicídio localizou a possível arma utilizada para matar a cabeleireira Aretha Claro, que foi morta na madrugada de terça-feira (15) na Avenida Maranhão (zona sul de Teresina), próximo a alça da Ponte Nova, que liga Teresina a Timon.

A confirmação foi feita pela coordenadora do Núcleo de Feminicídio, a delegada Luana Alves, que afirma que a arma utilizada foi uma faca. "Nós encontramos uma arma branca, que provavelmente foi utilizada para matar a vítima. Precisamos agora periciá-la para confirmar", declarou a delegada.

Paulo Neto é suspeito de matar cabeleireira

No interior da residência foi encontrado um cachorro e uma carta pedindo para que se cuidasse do animal / Crédito: Arquivo Pessoal

A equipe da Polícia Civil que está à frente das investigações acredita que o ex-namorado de Aretha, identificado como Paulo Neto, é o principal suspeito do crime, uma vez que em sua residência foi encontrado um veículo com as mesmas características informadas por testemunhas e pela quantidade de sangue encontrada. "Eu acho que, sem sombra de dúvidas, foi ele. [...] Tudo aqui deixado tem forte evidências de que o crime começou aqui e acabou de se consumar lá", acredita a coordenadora.

Casos de Feminicídios

Fazendo uma buscas pelas estatísticas de crimes desse potencial, os dados da Secretaria de Segurança do Piauí demonstram que somente este ano já foram registrados 3 crimes tipificados com feminicídio, que é quando a mulher é morta pela condição de gênero. 

O interior registra dois casos e a capital do Piauí registra um caso. A morte de Aretha ainda não entra nessas estatísticas, mas provavelmente as investigações vão incluir o caso nessa estatística.



Deixe seu comentário: