Tocando Agora:Rede Piauí de Notícias
Redação Rede Piauí EDITOR CHEFE
Anderson Soares COMERCIAL
WhatsApp CONTATO/SUGESTÕES (86) 99860-1464
Polícia Por: Redação Rede Piauí Repórter 04 Jul 2018 18:16 Rede Piauí de Notícias

Suspeito de atear fogo em casal já foi internado mais de 30 vezes em Teresina

José Fernando tinha uma relação conflituosa com o irmão, chegou a registrar boletins de ocorrência diante de ameaças recebidas e chegou a ser expulso de casa.


José Fernando Pereira Gonzaga, 47 anos, é suspeito de jogar querosene e incendiar o corpo do irmão e da cunhada no último sábado (30), no bairro Piçarra, zona Sul de Teresina. O suspeito já foi internado mais de 30 vezes no hospital Areolino de Abreu por problemas de esquizofrenia. A informação foi confirmada pela Centro de Assistência Psico Social do bairro Monte Castelo (CAPS III), que acompanhava o paciente.

Luís Pereira Gonzaga, irmão do acusado, morreu na tarde da última segunda-feira (02). Ele foi encaminhado para o Hospital de Urgência de Teresina com mais de 80% do corpo queimado. A esposa dele ficou com 50% do corpo queimado e ainda está internada.

José Fernando está no momento, mais uma vez, internado no Areolino de Abreu desde o dia do crime. 

Segundo Adriana Medeiros, coordenadora do CAPS III, nos últimos meses, além de participar de todos os grupos oferecidos pelo CAPS, José também frequentava curso de informática e outras atividades e apresentava melhoras.

A coordenadora explicou também que José Fernando tinha uma relação conflituosa com o irmão, chegou a registrar boletins de ocorrência diante de ameaças recebidas e chegou a ser expulso de casa. Ela contou que ele ficou triste ao saber da morte do irmão e não tinha noção da gravidade do ocorrido.

josé pereira

O caso

Luís Pereira Gonzaga, 54 anos, morreu na tarde da última segunda-feira (02) no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), onde estava internado. Ele não resistiu às queimaduras que sofreu durante incêndio em sua residência.

O incêndio ocorreu na madrugada do último sábado (30 de junho) no bairro Piçarra, zona Sul de Teresina, casa de Luís Pereira e sua esposa, Carla Pereira. Carla ficou com mais de 50% do corpo queimado, já o caso de Luís era mais grave, ele foi encaminhado para a urgência com mais de 80% do corpo queimado. Eles não conseguiram sair da residência de imediato. A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros ajudaram no resgate.

De acordo com a Polícia Militar, o incêndio foi provocado pelo irmão de Luís, que sofre de transtornos mentais e jogou querosene neles e ateou fogo. O suspeito ainda trancou os dois dentro de casa com um cadeado do lado de fora do portão para que eles não conseguissem sair.

Conforme informações do HUT, a outra vítima, Carla Pereira, de 25 anos, continua internada no hospital, consciente e orientada.



Deixe seu comentário: