Pedro H. Santiago EDITOR CHEFE (86) 98882-0261
Anderson Soares COMERCIAL (86) 99965-4448
WhatsApp CONTATO/SUGESTÕES (86) 99860-1464
Economia Por: Pedro H. Santiago Repórter 01 Set 2017 18:00 Rede Piauí de Notícias

Economia do Piauí muda com a cajuína

A bebida que é homenageada por Caetano Veloso, está ajudando a movimentar a economia do estado


O caju, um fruto bem típico do Brasil, e porque não dizer do Piauí , se conseguiu criar uma bebida que se transformou numa identidade Piauí,  a Cajuína uma bebida típica, movimenta a economia local. Só em 2017, a produção  do Estado deve aumentar para quase um milhão e meio de garrafas da bebida.

Desde o ano de 2014, o Piauí ganhou a notoriedade por ser o produtor da bebida e a cada dia se espalha por mercados externo.A Superintendência do Desenvolvimento Econômico estuda junto à Câmara Setorial do Caju uma forma de baratear a cajuína para melhorar as oportunidades de comercialização do produto. Atualmente, o litro da cajuína é encontrada por cerca de R$ 5 nos supermercados e no mínimo R$ 7 nos bares e restaurantes.

Cajuína Cristalina
A Cajuína é uma bebida típica do nordeste brasileiro preparada a partir do suco de caju, sem álcool, clarificada e esterilizada.

 O líquido é caracterizado pela sua cor, doçura, cristalinidade, leveza e densidade. Esses fatores dependem principalmente da qualidade do caju e das técnicas utilizadas para a produção da bebida, considerada não-alcoólica. A produção é feita através da clarificação a partir do suco separado do seu tanino, por meio da adição de um agente precipitador. Depois de clarificado, o suco é cozido em banho-maria em garrafas de vidro até o momento em que o açucar seja totalmente caramelizado.

A cajuína é rica em vitamina C e A que beneficiam o sistema imunológico, prevenindo gripes, resfriados. Ela combate sintomas do estresse, beneficia a pele e age protegendo os nossos olhos contra a catarata ou a degenegração macular. A bebida, inclusive, também ajuda quem faz quimioterapia, reduzindo as ações dos radicais livres gerados pela medicação e impedindo que o medicamento tenha ação oxidante, o que diminui o seu efeito

Com tantos nutrientes assim, a cajuína se tornou uma grande alternativa para quem precisa aumentar o leque de opções no cardápio alimentar. Muito versátil, a bebida pode ser consumida a qualquer hora do dia, desde que, claro, de forma equilibrada,devido grande quantidade de açúcar,alerta profissional.



Deixe seu comentário:





Tocando Agora:Rede Piauí de Notícias