Tocando Agora:Rede Piauí de Notícias
Redação Rede Piauí EDITOR CHEFE
Anderson Soares COMERCIAL
WhatsApp EXPEDIENTE/FALE (86) 99494-2468
Saúde Por: Redação Rede Piauí Repórter 14 Set 2018 09:27 Rede Piauí de Notícias

CAPS Norte realiza palestra de prevenção ao suicídio

Teresina possui o Provida, ambulatório especializado no tratamento e prevenção.


O Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) Norte realizou na manhã desta quinta-feira (13) ação alusiva ao Setembro Amarelo, mês de prevenção ao suicídio. Uma palestra com o tema a "Educação para vida e para morte", com a psicóloga Cláudia Aline, representante da Comissão de Tanatologia do Conselho de Psicologia do Piauí, foi realizada para usuários, familiares e equipe profissional do CAPS.  

Palestra prevenção suicídio

 CAPS Norte realiza palestra de prevenção ao suicídio.

“Foi um encontro com a presença de informações e depoimentos detalhadamente úteis que foram trocados de maneira harmoniosa, afetuosa e eficaz entre todos. Falamos um pouco sobre os sinais de alerta e a importância do apoio familiar, de amigos e de outros relacionamentos significativos como um dos fatores de proteção. O acesso aos serviços de saúde e cuidados em saúde mental, que também é um fator de proteção importante”, explicou Érica Machado, coordenadora do CAPS Norte.

O suicídio pode ser evitado em mais de 90% dos casos. Teresina possui o Provida, ambulatório especializado no tratamento e prevenção deste problema. O serviço é gerenciado pela Fundação Municipal de Saúde (FMS). Em 2017 o ambulatório realizou 2.514 atendimentos psicológicos e médicos. E de janeiro a julho de 2018 já foram 1.465 atendimentos.


De acordo com relatório geral 2017 do Provida, 69% das pessoas atendidas no local foram do sexo feminino, 64% eram jovens de até 29 anos, 68% solteiros, 37% efetivamente tentaram suicídio, 8% planejaram, 55% tinham ideação suicida. Sendo que os que tentaram realizaram o ato em suas residências e 88% dos casos pediram ajuda após o ato. 

Setembro Amarelo é uma campanha brasileira de prevenção ao suicídio, iniciada em 2015 em Brasília. É uma iniciativa do Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).




Deixe seu comentário: