Pedro H. Santiago EDITOR CHEFE (86) 98882-0261
Anderson Soares COMERCIAL (86) 99965-4448
WhatsApp CONTATO/SUGESTÕES (86) 99860-1464
Saúde Por: Redação Rede Piauí Repórter 14 Abr 2018 15:50 Rede Piauí de Notícias

Couve tem benefício de rejuvenescer o cérebro

A couve deixa o cérebro 11 anos mais jovem e limpa o fígado


A couve é um tipo de folha que gera muitos benefícios à saúde. Benefícios esses que atuam em praticamente todas as áreas do corpo, inclusive no cérebro.

couveCouve/Foto: Ilustração

Segundo a nutricionista Talitta Maciel, do Espaço Reendução Alimentar, as verduras verdes são propicia de vitaminas E, antioxidante e neutralizador dos radicais livres, propriedade importantíssima para a saúde do cérebro, uma vez que previne de doenças e envelhecimento precoce.

Um estudo realizado na Universidade Rush, nos Estados Unidos, vai de encontro com a constatação da médica ao concluir que uma única porção de folhas verdes escuras por dia, pode rejuvenescer o cérebro.

Os testes realizados como metodologia para o estudo demonstraram que, em média, os participantes que comeram com frequência os vegetais verdes escuros folhosos tiveram declínio mental 11 anos mais tarde que quem dispensava esses alimentos.

Ajuda no emagrecimento

A couve além dedar saúde ao celebro, também possui outras propriedades para o corpo. Isso porque ele está no ranking dos alimentos que mais ajudam a emagrecer, não é pra menos que é indispensável nos sucos verde.

Ter fibras, antioxidantes e baixo teor calórico são as qualidades que fazem da couve uma ótima opção para a dieta. Ela promove saciedade, ajuda o intestino a funcionar bem e promove uma limpeza detox no corpo para ajudar na eliminação e evitar o acúmulo de gordura.

Combate doenças

Existem muitas vitaminas presentes no couve-manteiga, tais como, as vitaminas E, K e C e os minerais cálcio, magnésio, fósforo, selênio e ferro, que fazem com que esse vegetal se torne uma importante arma para auxiliar na prevenção de doenças, tais como, o câncer, crônico-degenerativas, auxiliar no trânsito intestinal e no combate a úlceras gástricas e anemia.

*Reportagem de Helorrany Rodrigues, supervisão de Pedro Henrique Santiago



Deixe seu comentário:





Tocando Agora:Rede Piauí de Notícias