Tocando Agora:Rede Piauí de Notícias
Redação Rede Piauí EDITOR CHEFE
Anderson Soares COMERCIAL
WhatsApp CONTATO/SUGESTÕES (86) 99494-2468
Saúde Por: Ryan Andrade Repórter 15 Mai 2018 15:36 Rede Piauí de Notícias

FMS confirma segunda morte por H1N1 em Teresina

Fundação confirmou ainda 46 casos da doença na capital.


Uma segunda morte por H1N1 foi confirmada pela Fundação Municipal de Saúde (FMS), na tarde desta terça-feira (15). Os dados do novo balanço da FMS confirmam 46 casos de H1N1 em Teresina em 2018.

Desde janeiro já foram confirmados 28 casos de síndrome respiratória aguda grave (casos com necessidade de internação e notificação compulsória) e 18 casos de Síndrome Gripal (casos sem complicações) positivos para H1N1.

h1n1

A primeira morte confirmada pelo vírus foi a do motorista da Sesapi, de iniciais F.L.S., que veio a óbito após ser disgosticado e ter recusado internação. O segundo caso foi confirmado hoje e aconteceu em decorrência de Síndrome Respiratória Aguda grave pelo vírus H1N1. De acordo com o boletim divulgado pela FMS, a vítima tinha por volta de 50 anos, era diabética, cardiopata e pneumopata. Outros três casos estão sendo investigados no momento. 

Neste final de semana, mais uma pessoa veio a óbito com suspeita da Gripe H1N1. A vítima é a dona de casa Ieda de Almeida Leal, 31 anos, que morreu no domingo no Hospital de Urgências de Teresina (HUT) após um quadro crítico de pneumonia não especificada. Antes de morrer, a dona de casa foi submetida a uma investigação com exame para confirmar se a paciente estava com o vírus Influenza H1N1. 

Vale ressaltar que os casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave, de notificação compulsória, acontecem entre pessoas com comorbidades, o público alvo da campanha de vacinação como idosos, crianças, portadores doenças crônicas, profissionais da saúde e da educação e população carcerária.

Neste sábado foi realizado o Dia D de combate ao vírus H1N1. Na rede pública, a vacina contra a gripe é disponibilizada somente para o público prioritário acima elencado. 




Deixe seu comentário: