Tocando Agora:Rede Piauí de Notícias
Pedro H. Santiago EDITOR CHEFE (86) 98882-0261
Anderson Soares COMERCIAL (86) 99965-4448
WhatsApp CONTATO/SUGESTÕES (86) 99860-1464
Economia Por: Ryan Andrade Repórter 24 Mai 2018 10:44 Rede Piauí de Notícias

Governo propõe diminuir 5 centavos no preço da gasolina

Para a CNTA, não é o suficiente e paralisação deve continuar pelos próximos dias.


O presidente Michel Temer (MDB) pediu "trégua" aos caminhoneiros, de pelo menos 3 dias, para poder encontrar uma solução satisfatória em relação ao problema do preço dos combustíveis. Temer fez o pedido ao final de um evento no Palácio do Planalto onde se reuniu com a imprensa para tratar das paralisações promovidas pela categoria em todo o país contra os constantes reajustes no preço dos combustíveis. 

Michel Temer afirmou que a sua equipe está trabalhando para resolver o problema e dar tranquilidade aos caminhoneiros e à população em geral, que também é afetada com os aumentos. 

greve
Protestos contra aumento no preço dos combustíveis se intensificaram nos últimos dias. (Foto: Exame)

Depois que as manifestações começaram a se intensificar, o Governo anunciou nesta terça (22) um acordo com o Congresso Nacional para eliminar um dos tributos que incidem sobre o diesel quando o Poder Legislativo aprovar o projeto de reoneração da folha de pagamento das empresas, mas a votação segue sem data definida para acontecer.

Caso a proposta seja aprovada em ambas as casas legislativas, a União terá aumento nas receitas e, em troca, irá zerar a Cide que incide sobre o diesel. Segundo o Ministério da Fazenda, a atual alíquota do tributo representa R$ 0,05 por litro do diesel.

O presidente da Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA), Diumar Bueno, se reuniu com os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Carlos Marun (Secretaria de Governo) e Valter Casimiro (Transportes) e disse que a proposta do Governo não é concreta. Uma nova reunião foi marcada para esta quinta-feira (24).

De acordo com o presidente da CNTA, a possível eliminação da Cide sobre o diesel não é suficiente porque representaria uma diferença de apenas R$ 0,05 no preço se for repassado para as bombas. 

Com informações do G1



Deixe seu comentário: