Tocando Agora:Rede Piauí de Notícias
Redação Rede Piauí EDITOR CHEFE
Anderson Soares COMERCIAL
WhatsApp CONTATO/SUGESTÕES (86) 99494-2468
Saúde Por: Redação Rede Piauí Repórter 01 Out 2018 09:45 Rede Piauí de Notícias

Outubro Rosa: mais de 5 mil mamografias já foram avaliadas pelo projeto Mama Cajuína

Projeto visa realizar mamografia e as condutas em cima do resultado dos exames no prazo estabelecido em lei.


Outubro Rosa

 Outubro Rosa.

Em atividade desde fevereiro, o projeto Mama Cajuína já possibilitou a avaliação e encaminhamento de 5.302 mamografias pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O projeto, uma parceria da Fundação Municipal de Saúde (FMS) com a Fundação Maria Carvalho Santos, visa garantir o cumprimento da Lei nº 12.732/12, que estabeleceu que o primeiro tratamento oncológico no SUS deve se iniciar no prazo máximo de 60 dias.


O Projeto Mama Cajuína objetiva garantir que todas as mulheres de Teresina, na faixa etária de 40 a 69 anos, tenham a oportunidade de realizar mamografia e as condutas em cima do resultado dos exames no prazo estabelecido em lei. Aquelas que têm seus exames normais o recebem de volta, e aquelas que tiverem alteração na mama são examinadas por mastologistas da Fundação Maria Carvalho Santos, com realização de biópsia se houver necessidade. Após a realização da biópsia, essas mulheres serão encaminhadas para um centro tratador, como o Hospital Universitário.


Segundo Ayla Calixto, da Gerência de Ações Estratégicas da FMS, das 5.302 mamografias, 4.889 já foram avaliadas pela Fundação Maria Carvalho Santos. “Destas, 152 foram detectadas alteração e 26 foram encaminhadas para a realização de biópsias”, informa ela. Dados do Gestor Saúde, sistema de marcação de consultas do município, informam ainda que cinco pacientes foram encaminhadas para a consulta oncológica.


Todo o encaminhamento é feito pelas Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município. “As Equipes de Saúde da Família realizam o primeiro atendimento às mulheres e são elas também que farão os encaminhamentos necessários para a realização dos primeiros exames”, explica Ayla Calixto.


Toda a rede credenciada do Sistema Único de Saúde em Teresina, atenção básica e a rede hospitalar do município estão mobilizados para garantir o êxito do projeto. No Piauí tem crescido o número de casos de Câncer de Mama. Em 1992, foram registrados 100 casos e em 2017 foram 630, segundo a Fundação Maria Carvalho Santos. Ainda em 2017 9.263 mamografias foram realizadas em Teresina através do SUS.




Deixe seu comentário: