Pedro H. Santiago EDITOR CHEFE (86) 98882-0261
Anderson Soares COMERCIAL (86) 99965-4448
WhatsApp CONTATO/SUGESTÕES (86) 99860-1464
Cidades Por: Thiago Andrade Repórter 08 Mar 2018 07:02 Rede Piauí de Notícias

Movimento garante não votar em candidatos que não busquem recursos para BR-135

Em 2017 foram registrados 43 mortes e em 2018, algumas mortes graves já foram registradas


Um movimento civil público iniciou em Bom Jesus uma campanha para garantir mais segurança na BR-135. Intitulado de "Sem alargamento, Sem voto!", o grupo tem a intenção de garantir o alargamento da via até outubro de 2018, mas caso isso não aconteça, nenhum candidato nas eleições deste ano que fará campanha na região e não lute pela a duplicação da via, irá ganhar votos dos manifestantes.

A principal alegação do movimento, é a quantidade de mortes registradas em 2017 e no início deste ano. O trecho, por exemplo, que liga Elizeu Martins até a cidade de Cristalândia não conta com acostamento e apresenta um desnível considerado do solo.


Após as manifestações, a Bancada Federal do Piauí garantiu o investimento de R$ 100 mi ainda em agosto do ano passado para o alargamento e a realização de obras de melhorias na rodovia, mas apenas o trecho entre Elizeu Martins e Colônia do Gurgueia estão recebendo as obras.

BR-135
Crédito: Reprodução da Internet

Pior rodovia no estado

Um levantamento do Departamento Nacional de Infraestruta e Transportes (Dnit) fez um levantamento onde apontava para a BR-135 como a pior e a mais perigosa rodovia federal no estado. De acordo com o mapa do DNIT os trechos qualificados como “péssimos” estão concentrados no sul do Piauí. São partes da BR-135 nas próximidades das cidades de Cristino Castro, Bom Jesus, Redenção do Gurguéia e Gilbués.

ônibus tomba na br 135
No último acidente, um ônibus tombou com passageiros / Crédito: Portal X

Na época em que ainda estava sob coordenação de Paulo Cronemberg, o Dnit  garantiu que "o trecho pior que passará por mudanças. Inclusive com os reparos em realização até o fim do ano (2017) certamente esse ranking vai melhorar porque não foram incluídos ainda os trechos já executados na BR-135”, disse Cronemberg.

A reportagem do rede de notícias buscou contato com a Dnit, mas sem sucesso.

Em 2017 foram registrados 43 mortes

A BR-135 é conhecida popularmente como a "rodovia da morte", e provocou 43 mortes que foram registradas ano passado pela Polícia Rodoviária Federal. Segundo dados da PRF, 30 dos 55 acidentes ocorridos na via até o final de junho (54% do total) tinham como causa os desníveis.   

O motorista perdeu o controle da ambulância por causa das péssimas condições de trafegabilidade da BR-135
Até ambulância perdeu o controle e capotou. A via também é bastnte estreita e sem acostamento / Crédito: WhatsApp

2018 já registrou mortes

Até o mês de fevereiro já foram registrados diversos acidentes com vítimas fatais na via. Em um deles, um acidente entre carro e caminhão deixa 3 mortos, assim como no final de janeiro, o filho de um cantor faleceu após o ônibus da banda tombar.

Acidente na BR-135
Duas pessoas morreram em um acidente envolvendo um caminhão e um caminhonete / Crédito: Portal Corrente


Deixe seu comentário:





Tocando Agora:Rede Piauí de Notícias