Tocando Agora:Rede Piauí de Notícias
Redação Rede Piauí EDITOR CHEFE
Anderson Soares COMERCIAL
WhatsApp CONTATO/SUGESTÕES (86) 99860-1464
Educação Por: Patrícia Almeida Repórter 10 Abr 2018 17:26 Rede Piauí de Notícias

Projeto Amor de Tia capacitará mães da zona sudeste de Teresina

Inaugurado em 2016, o programa já atendeu cerca de 150 crianças e mais de 100 mulheres


O bairro Alto da Ressureição ganhará um espaço para receber o projeto Amor de Tia, da Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM). O projeto acolhe as crianças e qualifica suas mães para o mercado de trabalho, atendendo mulheres em situação de violência, além de promover apoio na reconstrução da sua autonomia através do atendimento, acolhimento, atenção e desenvolvimento psicossocial a seus filhos.

O CRAS Sudeste 3 fará a seleção das famílias em situação de vulnerabilidade social para a participação no programa, que oferece cursos de capacitação para as mulheres enquanto seus filhos, de 1 a 2 anos e 9 meses, são acolhidos. A meta é atender 100 famílias, 50 em cada turno.

“Temos interesse em levar o projeto ao conhecimento de todas as lideranças da região, pois ele atende um público que vai da infância até a mãe. Toda a região vai se beneficiar”, comemorou Odacir Soares, morador do bairro Todos os Santos.

A Secretária da Mulher, Macilane Gomes, afirmou que a equipe estava reunida definindo uma estratégia para planejar e executar o projeto. “O Amor de Tia visa o atendimento integral às mulheres e suas crianças, principalmente, as que encontram-se em situação de risco pela violência doméstica e familiar ou outras vulnerabilidades”, concluiu.

A meta do programa é atender 100 famílias, 50 em cada turno. no bairro Alto da Ressurreição.
A meta do programa é atender 100 famílias, 50 em cada turno. no bairro Alto da Ressurreição. Foto: PMT.

O programa  já funciona no Centro de Convivência Saber Viver, bairro Matadouro, zona norte da cidade, atendendo, atualmente, 62 crianças, com suas respectivas famílias, além de cerca de 40 mães de ex-usuários do serviço (que passaram a frequentar a creche), que ainda são atendidas com diversas ações do programa. O programa dá a oportunidade da qualificação e do trabalho, enquanto restauram sua autonomia e autoestima dessas mães, dando-lhes a oportunidade de sair da situação de vulnerabilidade e de violência, uma vez que o programa oferece diversos cursos e oficinas, em parcerias com outras instituições.



Deixe seu comentário: