Tocando Agora:Rede Piauí de Notícias
Redação Rede Piauí EDITOR CHEFE
Anderson Soares COMERCIAL
WhatsApp CONTATO/SUGESTÕES (86) 99860-1464
Política Por: Pedro H. Santiago Repórter 06 Abr 2018 00:33 Rede Piauí de Notícias

Saiba o que declararam alguns políticos piauienses sobre o decreto de prisão de Lula

Todos os políticos se declaram contrários ao decreto de prisão do ex-presidente


A decretação de prisão nesta quinta-feira (5) do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo juiz federal Sérgio Moro chamou atenção do Brasil e do mundo. Os políticos piauienses também se manifestaram acerca do fato

O governador Wellington Dias (PT) esteve presente com o ex-presidente Lula, em São Bernardo (SP), e declarou que Lula sofre uma perseguição política. "Quem acompanhou o debate ontem (no STF) pôde perceber que o artigo 5º da Constituição não está sendo cumprido. Fizeram o julgamento do presidente Lula separado exatamente para isso. E o que querem, desde o começo, é tirar o presidente Lula das ruas e da condição de participar do processo eleitoral", declarou Dias.

Outro político que se manifestou acerca da prisão de Lula foi o senador pelo o PP, Ciro Nogueira, que declarou ao portal Cidade Verde que a decisão do juiz é um erro grave. “Triste, erro grave, só vai servir para dividir mais o país”, falou Nogueira em Floriano.

Outra representante do estado no Senado Federal, a senadora Regina Sousa (PT), acredita que a justiça pode ficar com uma imagem ruim a partir da decisão.  “Se essa justiça brasileira não se posicionar em relação aos outros que estão recheados de prova, ela vai ficar desmoralizada pelo resto da vida”, disse.

Fábio Novo, deputado estadual pelo PT, declarou que o STF se equivocou na decisão da negativa do Habeas Corpus. "Não se tem prova contra ele. Eu já esperava esse resultado. O Lula vai ser preso. Não se discute mais isso. Ele entra para historia como mártir. Não existe crime contra o presidente Lula. A justiça está errada", lamentou o ex-secretário de Cultura.




Deixe seu comentário: