Tocando Agora:Rede Piauí de Notícias
Pedro H. Santiago EDITOR CHEFE (86) 98882-0261
Anderson Soares COMERCIAL (86) 99965-4448
WhatsApp CONTATO/SUGESTÕES (86) 99860-1464
Piauí Por: Ryan Andrade Repórter 13 Jun 2018 10:30 Rede Piauí de Notícias

Disque 100 registra 1.130 denúncias de violência contra crianças e adolescentes em 2017

74% das denúncias são de negligência.


1.130 denúncias de violência contra crianças e adolescentes foram registradas pelo Disque 100 no Piauí em 2017. Com 74%, a negligência aparece em primeiro lugar no ranking das denúncias, seguida da violência psicológica, com 52%, e da violência física, com 40%. A violência sexual aparece em quarto lugar, com 22%, e as demais somam 16%.

criança

Visando alertar a sociedade para a diminuição desse números, a Rede Não Bata, Eduque (RNBE) vai promover um seminário com o tema “Tecendo parcerias por uma educação sem violência na vida de crianças e adolescentes” para incentivar a mobilização e atuação de instituições na apuração das denúncias. O evento acontecerá no auditório do Ministério Público do Piauí, no bairro de Fátima, em Teresina, das 9h às 12h.

O evento objetiva também fortalecer o engajamento de adolescentes e jovens em ações preventivas contra a violência, contando com uma mesa de debates em que jovens mobilizadores da RNBE, e também de organizações que atuam em Teresina, irão compartilhar suas experiências e debater ações estratégicas para a construção de uma cultura de paz.

Organizado através de uma parceria com a Associação de Conselheiros Tutelares do Estado do Piauí (Acontepi), Fundação Angélica Goulart, Save the Children, Ministério Público do Piauí (MPPI) e Plan International, o evento busca ampliar as ações de prevenção dos castigos físicos e humilhantes no estado.

Após o seminário, das 14h às 17h, será ministrada a oficina “Estilos parentais e a construção das relações pais-filhos e sociais pautadas no respeito e no diálogo”. Voltada para profissionais da rede de proteção de violências contra crianças e adolescentes, a formação sugere uma metodologia de abordagem do tema com as famílias.

Com informações do Cidade Verde



Deixe seu comentário: