Tocando Agora:Rede Piauí de Notícias
Redação Rede Piauí EDITOR CHEFE
Anderson Soares COMERCIAL
WhatsApp EXPEDIENTE/FALE (86) 99494-2468
Polícia Por: Redação Rede Piauí Repórter 18 Set 2018 11:12 Rede Piauí de Notícias

Garoto de 10 anos é sequestrado e torturado em Timon

O mensageiro da facção criminosa teria ido à casa da criança informar o preço do resgate.


Uma criança de 10 anos de idade foi mantida em cativeiro por cerca de 6 horas após supostamente testemunhar o roubo de uma motocicleta no bairro Lourival Almeida, em Timon, área considerada de domínio do "Bonde dos 40", conhecida facção criminosa do Maranhão.

De acordo com o delegado Michel Sampaio, titular do 3°DP, os suspeitos sequestraram o garoto em uma praça e teriam torturado o menino para que delatasse o autor do roubo. Um deles já foi preso.

Delegado Michel Sampaio

Delegado Michel Sampaio. 

As investigações apontaram que a criança foi levada por cerca de cinco suspeitos e o mensageiro da facção criminosa teria ido à casa da criança informar o preço do resgate.

"O mensageiro foi informar que a criança havia sido sequestrada e só ia ser liberada após dizer onde estava a moto. A família da criança ainda teria que pedir desculpas ao suposto dono da moto roubada. É uma espécie de Tribunal do Crime", explica o delegado.

Em depoimento, a criança informou que foi torturada com um fio elétrico.

"Eles bateram na criança com um fio elétrico para que o mesmo confessasse onde estava a moto. Colocaram ele em um carro e rodaram pela cidade pra ele dizer onde estava essa moto. Na casa do suspeito preso encontramos roupas e alimentos que indicavam que ali era o cativeiro", acrescenta Sampaio.

Veja matéria falando sobre o assunto:

O menino foi sequestrado por volta de 12h desta segunda-feira (17) e libertado por volta de 18h quando um dos suspeitos percebeu a presença da Polícia Civil.

Um dos suspeitos, identificado como Francisco Rodrigues Andrade, vulgo Loirinho, foi preso quando tentava empreender fuga. O delegado acrescenta que, recentemente, um casal também foi torturado pelo suspeito após serem acusados de furtarem uma moto.

A Polícia Civil já representou pela prisão de mais suspeitos de integrarem o Bonde dos 40.

Loirinho deve responder por tortura, organização  criminosa, lesão corporal grave e extorsão mediante sequestro.

Com a repercussão do caso, a família do garoto teve que sair às pressas de casa sob escolta policial. Membros da facção criminosa teriam prometido incendiar a residência.

No bairro onde ocorreu o crime é comum pichações com "B 40" em vários locais como muros, caixas d'água e postes de iluminação pública, além da frase: "Se roubar na quebrada é pena de morte", um recado para os rivais do grupo criminoso.

B40 Timon

Com informações de Cidade Verde.



Deixe seu comentário: