Tocando Agora:Rede Piauí de Notícias
Redação Rede Piauí EDITOR CHEFE
Anderson Soares COMERCIAL
WhatsApp CONTATO/SUGESTÕES (86) 99494-2468
Eleições 2018 Por: Redação Rede Piauí Repórter 07 Out 2018 10:34 Rede Piauí de Notícias

Votação no exterior é encerrada em 18 países

Na Nova Zelândia, o segundo turno seria entre Bolsonaro e Ciro. Bolsonaro recebeu 140 votos contra 89 de Ciro Gomes.


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou há pouco que a votação para eleitores que estão no exterior foi encerrada em 18 países. De acordo com o TSE, o balanço se refere aos locais de votação, em geral as próprias embaixadas do Brasil, nos quais o pleito foi fechado às 10h, horário de Brasília, e que estão cerca de dez horas à frente no fuso horário.

De acordo com o boletim, a votação já terminou na Nova Zelândia, Austrália, Japão, Coreia do Sul, China, Taiwan, Cingapura, Filipinas, Malásia, Honk Kong, Timor Leste, Indonésia, Vietnã, Tailândia, Índia, Nepal, Omã e Emirados Árabes.

Os 500 mil eleitores que estão aptos a votar fora do país em 99 nações votaram somente para o cargo de presidente da República. O resultado da votação no exterior será divulgado somente após o término da votação no Brasil.

Nova Zelândia

Por volta das 3h da madrugada deste domingo (07) começou a circular nas redes sociais imagens dos extratos de apuração das urnas eletrônicas da cidade de Wellington, na Nova Zelândia. Os extratos foram colados nas janelas das zonas eleitorais e eles possuem um QR Code que permite a qualquer pessoa acessar o conteúdo com a apuração final das urnas através do aplicativo Boletim na Mão. 

nova zelândia apuraçãoApuração na Nova Zelândia. Foto: @jeanmistrelli/Twitter

Somando os 3 extratos que se tornaram públicos durante a madrugada, o resultado apurado até às 4h da manhã (de Brasília) na Nova Zelândia foi:

Jair Bolsonaro: 140 votos
Ciro Gomes: 89 votos
João Amoêdo: 46 votos
Fernando Haddad: 23 votos
Marina Silva: 20 votos
Geraldo Alckmin: 13 votos
Álvaro Dias: 6 votos
Guilherme Boulos: 4 votos
Cabo Daciolo: 2 votos
Henrique Meirelles: 1 voto
João Goulart Filho: 1 voto
 

Com informações de Agência Brasil e Diário de Pernambuco




Deixe seu comentário: