Tocando Agora:Rede Piauí de Notícias
Redação Rede Piauí EDITOR CHEFE
Anderson Soares COMERCIAL
WhatsApp EXPEDIENTE/FALE (86) 99494-2468
Polícia Por: Redação Rede Piauí Repórter 02 Ago 2018 15:00 Rede Piauí de Notícias

Polícia Federal prende empresários e servidores da Seduc por fraude em transporte escolar

Ao todo, 23 pessoas foram presas, entre elas dois agentes públicos e 21 empresários.


A Polícia Federal confirmou que 23 pessoas foram presas suspeitas de envolvimento na operação Topique, que investiga fraude em transporte escolar. Entre os presos estão servidores da Secretaria Estadual de Educação (Seduc) e empresários. 

A superintendente da Polícia Federal, Fabiana de Araújo Macedo, afirmou que não vai informar os nomes das empresas e dos presos envolvidos. Ela confirmou a prisão de 23 pessoas, entre elas dois agentes públicos e 21 empresários. Todos devem passar por exames de corpo de delito e depois encaminhados para o sistema prisional. A maioria das prisões ocorreram em Teresina.

A superintendente da Controladoria Geral da União no Piauí, Erika Lobo, explicou que a investigação começou em uma licitação em Campo Maior. A CGU está presente na operação porque os recursos eram do Governo Federal repassado para os municípios. 

De acordo com Erika Lobo, foram verificadas fraudes nas licitações. "A investigação verificou a fraude nas licitações para que uma empresa específica ganhasse a licitação. Depois, havia a subcontratação pela empresa, ela contratava terceiros para praticar o serviço, não sendo da empresa, e isso é indevido porque ele tinha que está registrado na empresa ganhadora. 60% do valor era a do serviço prestado, e 40% era superfaturado", explicou a superintendente.

Os carros das empresas de transporte e a folha de pagamento foram fiscalizados pela CGU.

Leia mais:

SEDUC afirma colaborar com investigação da Polícia Federal

Polícia Federal realiza operação na Seduc

Com informações de Cidade Verde




Deixe seu comentário: