Reflexão sobre a pertinência das Câmaras Setoriais

Em tempos de profunda crise fiscal do Estado Brasileiro, soluções inovadoras têm que ser buscadas.

Última atualização: 24 Out 2019 - 17:56   


Câmaras Setoriais

 

Cada um se apega ao que acredita. Eu acredito na virtude e no potencial das Câmaras Setoriais. No entanto, se faz necessário ponderar com todos que a câmara setorial não é uma estrutura de governo, mas sim um instrumento que visa promover um maior nível de organização dos respectivos setores da economia que decidiram criar a sua câmara. O objetivo é congregar a todos em um mesmo espaço para que sejam discutidos os problemas e buscadas as soluções para os principais problemas identificados.

Estas soluções podem vir do governo do Estado, do governo federal, dos governos municipais e até de parcerias entre os empresários e os governos. Entretanto, em tempos de profunda crise fiscal do Estado Brasileiro (governo federal, governos estaduais e municipais), soluções inovadoras têm que ser buscadas.

Não podemos mais considerar apenas a hipótese de os governos darem solução para  as demandas de cada setor. É preciso considerar alternativas de parcerias entre a iniciativa privada e o poder público, bem como elaborar projetos competitivos para buscar fontes de recursos em fontes diversas (editais do governo federal, de organismos internacionais e de empresas e instituições privadas nacionais e internacionais).

Cabe, portanto, ao governo do Estado, prover as condições que permitam a elaboração de bons projetos. Por isto, é fundamental a melhoria da estrutura da Coordenação Estadual das Câmaras Setoriais para inclusão de técnicos especializados em elaboração de projetos.

Sei que muitos ainda não entenderam o espírito das câmaras setoriais, mas só o fato de poderem desabafar suas angústias, fazer suas críticas, apresentar sugestões e propostas, trocar informações, difundir tecnologias e divulgar a realização de eventos, diariamente, através dos grupos do WhatsApp, é fruto desta iniciativa de criação das câmaras.

Como coordenador de 25 Câmaras, muitos não sabem a angústia que vivo todos os dias com as críticas vindas de todas as câmaras, mas elas foram criadas para isto mesmo. Se eu desistir, o que isso vai trazer de solução? Melhor é continuar a luta, comparecer ao nosso próximo encontro anual de todas as câmaras, fazer as críticas e apontar caminhos. É um equívoco desistir porque isso nada resolverá, além de se perder esse canal de comunicação que tem trazido tantas informações, troca de experiências e difusão de tecnologias.

Essa é apenas minha opinião que aqui coloco democraticamente. Reflitam...